PEAC

Manifesto de povos e comunidades tradicionais ganha destaque no Jornal da Rádio UFS

24 de maio de 2018
Metodologia do Teatro do Oprimido é utilizada desde 2014 no PEAC

Movimento das Marisqueiras de Sergipe presente no X EPEAC

O Manifesto que denuncia o extermínio dos povos e comunidades tradicionais foi reportado no Jornal da Rádio UFS, na edição desta última quarta-feira (23). Intitulado “Juntos e Juntas na luta por nossos territórios de vida”, o documento foi lançado no X Encontro do Programa de Educação Ambiental com Comunidades Costeiras (EPEAC), realizado em abril, e representa um alerta sobre os impactos predatórios ao meio ambiente e à população provocados por projetos desenvolvimentistas.

A reportagem da jornalista Vitória Costa realça a importância da luta das 95 comunidades tradicionais situadas em Sergipe e na Bahia, destacando a atuação do Movimento das Marisqueiras de Sergipe (MMS).

Escute abaixo o trecho do programa que retrata o Manifesto:

O Manifesto e o PEAC

O Manifesto é fruto de uma construção entre representantes de Comunidades Tradicionais, Pescadores e Pescadoras Artesanais, Quilombolas, Movimento das Marisqueiras de Sergipe, Movimento das Catadoras de Mangaba, Pequenos e Pequenas Agricultores, Camponeses e Camponesas, representantes do Fórum de SUAPE- Espaço Socioambiental de Pernambuco, articulados no EPEAC, sob a coordenação do Programa de Educação Ambiental com Comunidades Costeiras (PEAC), com o suporte da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Para ouvir o programa na íntegra clique aqui.

Veja também: