PEAC

CD ‘Samba de Coco da Ilha’, de Madá e Adelaide, é pré-lançado na III Feira Cultural dos Povos e Comunidades Tradicionais

26 de julho de 2018

IMG_9664-6

Ao som da percussão, da onça e da chacoalhada dos ganzás, Madá e Adelaide – mestras populares do povoado de Ilha Grande, em São Cristóvão, fizeram todo mundo cantar e sambar na noite do último sábado, dia 21, no pré-lançamento do CD ‘Samba de Coco da Ilha’, no Casco Acústico do Oceanário de Aracaju.

Revelando ao público suas vozes marcantes e a energia contagiante que o samba tem, as mestras se apresentaram na III Feira Cultural dos Povos e Comunidades Tradicionais, evento que vem se destacando por valorizar a arte e a cultura popular.  Sob a regência de Madá e Adelaide, a musicalidade ecoada no show teve a participação de músicos da Ilha Grande e de outros artistas convidados, como o mestre popular Seu Dió do povoado Areia Branca, em Aracaju.

Além das mestras, a programação da Feira Cultural contou com a participação do Grupo Mamulengo de Cheiroso com a peça “Talco no salão pro forró ficar cheiroso” e a cantora Patrícia Polayne, com o projeto “Vozes da Restinga”.

PEAC

A Feira Cultural é realizada pelo Programa de Educação Ambiental com Comunidades Costeiras (PEAC) e está no marco do licenciamento ambiental federal para exploração de petróleo e gás offshore na bacia Sergipe/Alagoas e abrange 95 comunidades tradicionais.

Além de potencializar a musicalidade dos territórios dos povos e comunidades tradicionais, a feira também oferece uma riqueza de elementos culturais  do artesanato e da gastronomia, criados e perpetuados a partir de recursos naturais encontrados nos locais de vida.